sábado, 18 de abril de 2009

"O TABERNÁCULO DE MOISÉS E VOCÊ"


O Tabernáculo (Mikdash em hebraico significa santuário, tabernáculo) nos fala sobre muitas coisas e a principal delas é mostrar-nos a nossa posição em relação à nossa vida para com Deus.

LEIA: Êxodo 40 v. 01-38

De que partes se compõem o Tabernáculo?

O Tabernáculo, assim como o homem é composto de três partes principais: o Pátio ou ÁTRIO, o Lugar Santo e o Santo dos Santos (Visto de fora para dentro). Uma curiosidade é que quando o Tabernáculo era montado, a cada vez que o povo de Israel parava no deserto, ele era montado de dentro para fora, ou seja, do Santo dos Santos até o átrio! Já aprenderemos que o Deus inicia seu tratamento conosco a partir de dentro, daquilo que temos de mais interior: o espírito! As divisões citadas do tabernáculo representam corpo, alma e espírito. E é justamente por causa disso que Deus inicia seu processo de redenção no homem a partir do espírito, pois o Espírito de Deus tem comunhão com o nosso espírito nos religando ao nosso Criador!

a) O Pátio – Átrio

O pátio era o local exterior do Tabernáculo. Era totalmente descoberto e tipifica a primeira experiência que todo homem deve ter para com Deus. Essa experiência é fundamental, porém ainda é parcial. Não é algo profundo, que possa realmente impactar a vida do homem. Compunha-se de três elementos: a porta, o altar e a pia.

A porta: A porta é o local por onde entramos no Tabernáculo! Não se pode entrar ali por outro lugar. A porta é Yeshua (Jesus) Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens (Jo. 10: 09). A porta do Tabernáculo ficava virada para o leste, o lado onde nasce o sol. Quando o dia nascia à primeira coisa que viam era o nascimento do Sol da Justiça! Yeshua (Jesus).
Isto nos fala de nossa primeira experiência com o Senhor: a Salvação! Quando passamos pela porta (Jesus), saímos do mundo e entramos numa nova vida. Nossa vida recomeça então a partir do zero, pois iniciamos uma nova caminhada, só que agora com Deus. Nosso objetivo e alvo é crescermos até a estatura de varão perfeito em Cristo.

A pia: A pia nos fala sobre mais um aspecto da vida cristã: o batismo. Após a nossa morte, agora temos de consolidar nossa vida cristã testemunhando de forma plena a experiência da conversão. Por isso a pia nos fala de limpeza, onde os pecados são lavados publicamente e somos integrados a uma nova realidade. Tipifica nossa morte e ressurreição a fim de vivermos uma nova vida com Cristo.
De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida (Rm. 06 v. 04).

O altar: O altar é o local de morte. É ali que nossa vida é colocada como um sacrifício para Deus. No altar nós morremos para as nossas próprias convicções, vontades, desejos, expectativas, etc... No altar morremos para a nossa vida a fim de podermos viver uma nova vida para com Deus. No altar tem fim o velho homem. O desejo de Deus é que, após termos um verdadeiro encontro com Ele, possamos verdadeiramente morrer. Quando o sacrifício queimava, subia um cheiro que se desprendia da vítima! E é isso que Deus espera, que quando nossa vida for a ele oferecida, possamos liberar um cheiro suave a fim de agradarmos ao Senhor! (Ex. 29 v. 18).


b) O Lugar Santo

O Lugar Santo é uma fase mais interior do Tabernáculo e ele representa a alma (Vida). É ali que adentramos na presença de Deus, pois todos os mobiliários do Lugar Santo são de ouro. E o ouro nos fala da divindade, nos fala da realeza e da eternidade!

A Mesa dos Pães: A mesa dos pães nos fala do alimento que provém de Deus a fim de saciar nossa fome. Mas o que é o pão? Em primeiro lugar, o pão é a Palavra do Senhor, que nos foi dada a fim de saciar a fome de nosso espírito por Deus. Em segundo lugar, o pão é o próprio (Yeshua) Jesus, que disse: E Jesus lhes disse: eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede (Jo 06 v. 35). Um detalhe interessante é que os pães eram colocados em duas fileiras de seis, perfazendo um total de doze pães. Já isso nos fala das doze tribos de Israel. As escrituras nos ensinam que o pão que alimenta (o verdadeiro) viria das doze tribos de Israel (a palavra e o próprio Jesus).

A Menorá (CANDELABRO): A palavra Menorá é um acrônimo de Zc. 04 v.06, que diz: ...Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o Senhor dos Exércitos. Então o Candelabro nos fala de tudo o que conseguimos ou é feito no reino de Deus deve ser obtido pelo mover do Espírito. Nunca pela força ou por violência! O Candelabro nos fala ainda da presença do Espírito Santo em nossas vidas! Isso nos lembra que o Candelabro era alimentado pelo óleo, que nos fala da unção de Deus sobre nossas vidas. Já o fogo nos fala da iluminação que precisamos a fim de caminharmos com Ele. Iluminação em nossa vida e também na Palavra, que somente nos pode ser revelada se o Espírito de Deus iluminá-la para nós!

O Altar de Incenso: O Altar de Incenso nos fala sobre nossas orações. Aqui é que acontecem as verdadeiras orações do crente! Aqui as orações não são um peso, elas se transformam em prazer! Elas são acompanhadas da verdadeira adoração e louvor! Há uma diferença muito grande deste tipo de oração para a oração que é feita no pátio! Enquanto que no pátio oramos sem entendimento, no Lugar Santo nossas orações são dirigidas pelo Espírito Santo. Enquanto no pátio oramos para satisfazermos a nós mesmos, no Lugar Santo desejamos satisfazer os desejos do coração do Deus! Aqui há realmente uma nova dimensão da oração do crente!

c) O Santo dos Santos

Este é o lugar mais interior do Tabernáculo. Ali há somente a arca e a presença do Eterno! Ali tudo pára: o tempo, nossa vida, nossos anseios e finalmente poderemos desfrutar da presença do Pai e receber d’Ele aquilo que está em seu coração.

O Véu: O véu é a única coisa que separa o Lugar Santo do Santo dos Santos! E como fazer para entrarmos no Santo dos Santos? O véu nos mostra que a barreira é muito fina, mas que somente poderemos entrar ali pela oração! A oração é a chave para penetrarmos na doce presença do Altíssimo! Com a morte de Jesus, algo aconteceu: E o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo (Mc 15:38). Agora temos livre acesso à presença de Deus pelas orações feitas em o nome de Jesus Cristo!

A Arca da Aliança: A Arca da Aliança é o objeto mais sagrado de todo o Tabernáculo, e é sobre a arca que Deus se manifestava em Israel. Ali é o lugar aonde Ele vinha para falar com Moisés e com seu povo! Dentro da arca havia três objeto:

As Tábuas da Torah (Mandamentos): Isto nos fala da Palavra de Deus que nos foi dada como uma dádiva a fim de que o conheçamos. Esta não é uma Palavra comum. Aqui estão as tábuas que Ele mesmo escreveu e deu ao povo através de Moisés! Isso tipifica a pureza da Palavra, escritas em tábuas lavradas por Moisés, porém com o conteúdo divino!

O Maná (Jesus Cristo o pão da vida): O maná nos fala do alimento diário que foi dado por Deus ao seu povo enquanto caminhavam no deserto durante quarenta anos! O alimento era diário, mostrando-nos que a cada dia nos dá o Senhor a sua porção! Outra coisa interessante é que este alimento originava-se do céu. Novamente aprendemos que o Senhor nos dá o alimento diário e se preciso for seremos socorridos pelo alimento celestial, a fim de não perecermos! Durante todo o período de provação no deserto seremos alimentados e cuidados pelo Senhor!

A vara de Arão: A vara nos fala da autoridade conferida a alguém. Esta autoridade fora colocada diante de Deus e floresceu! Ou seja, nossa autoridade quando colocada diante do Senhor, brota, aparece para que todos vejam e saibam que nosso ministério foi realmente dado a nós por Deus!

7 comentários:

Anônimo disse...

Boa tarde, por acaso foio senhor mesmo que fez e escreveu esse estudo?

Anônimo disse...

Sim, provavelmente por isso e

Cesares disse...

Parabéns que estudo facsinante muito me ajudara no estudo que estou a fazer que Deus lhe abençõe!!!

jesuel disse...

Irmão Ev. Geraldo, A paz do Senhor esteja contigo.
Sou membro da Congregaçao Cristã no Brasil, e estava pesquisando um assunto relacionado ao tabernaculo de Moises, e resolvi entrar na internet para pesquisar atraves dela tmbm, e encontrei um estudo que o sr. elaborou. Seu estudo me ajudou muito, louvo à Deus por sua vida. Que a bênçao do Eterno esteja sempre em tuas tendas hj e sempre, amém.
Em Cristo, seu irmao Jesuel

Anônimo disse...

glória a
DEUS por sua vida, estava procurando um estudo, parabéns pois este também me auxiliará.




janeiro 2011

Anônimo disse...

Estudo muito bom!Gosto de estudos simples que informam e explicam!
Abraço!

alexandro disse...

muito obrigado pelo este estudo, me edificou bastante.