sábado, 29 de agosto de 2009

"UNIÃO - SALMO 133"


“O Senhor nos chama para vivermos em unidade” = União, coordenação.

1. Como é bom e agradável que o povo de Deus viva unido como se fossem irmãos ! (Jo. 17 v. 21 ao 23) = “LER” (não; se tornem um, mas o subjuntivo sejam um ou continuamente ser um).

2. Precisamos ter amigos verdadeiros, porque ninguém vive sozinho:

• O verdadeiro amigo reconhece o seu amigo não é perfeito, é cheio de defeitos, mas não deixa que isto atrapalhe a amizade. (Pv. 17 v. 09) = O que encobre a transgressão adquire amor, mas o que traz o assunto à baila separa os maiores amigos.

• O verdadeiro amigo ama. (Pv. 17 v. 17) = Em todo tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão. (Pv. 27 v. 17) = Como o ferro com o ferro se afia, assim, o homem, ao seu amigo.

• O verdadeiro amigo diz a verdade e corrige o outro. (Pv. 27 v. 5 e 6) = Melhor é a repreensão franca do que o amor encoberto. Leais são as feridas feitas pelo que ama.

• Jamais abandone o seu amigo. (Pv. 27 v. 10) = Não abandones o teu amigo.
O verdadeiro amigo é uma benção grandiosa.

3. É como o óleo precioso que desce ! Unção de Deus

O óleo era usado na:

• Alimentação

• Para pôr nas feridas

• Para passar no corpo (perfume)

• Para iluminação

• Para ungir: doentes, profetas, sacerdotes e reis.

4. Que desce sobra à barba e sobre as suas vestes: A barba crescida era sinal de dignidade = Honra, decência. Sobre as vestes: Unção completa. A mulher ungiu o corpo de Jesus (Mt. 26 v. 07)

5. É como o Orvalho de Hermom, que desce sobre os montes de Sião

• Orvalho = Pequenas gotas de água que aparecem à noite.

• Hermom (hb) = Dedicar, consagrar. (possivelmente o Monte da transfiguração).

• Sião (hb) = Colina ressecada pelo sol. (Sl. 48 v. 02) = Alegria de toda terra.

• Monte Hermom = Monte coberto de gelo o ano todo (Monte do Ancião). Por causa do Calor parte do gelo derrete transformando em três pequenos rios o Banias, Ledã e Hasbani, os três se juntam e formam o Rio Jordão (hb) = Aquele que desce.

6. Explicação: Nós que somos o Monte Sião, nossa vida está aflita, alma cansada, ressecados (tornar a secar), sentimos às vezes sozinhos, à noite é fria e solitária, precisamos buscar do Monte Hermom o orvalho santo e o óleo precioso. Com nossa união formarmos o Jordão, porque fazendo assim, unidos, ungidos pelo óleo precioso e pelo orvalho de Hermom, nós estaremos em condições de receber as bênçãos de Senhor!

“Porque ali o Senhor ordena a benção e a vida para sempre.”

AUTOR: Evangelista Geraldo de Almeida Filho video

sábado, 22 de agosto de 2009

"O CASO DA IGREJA UNIVERSAL - GLOBO X RECORD"



Prezados ! A paz do Nosso Senhor e Salvador JESUS CRISTO ! Devido à grande repercussão da mídia, principalmente da Rede Globo, sobre a Igreja Universal do Reino de Deus, sinto a necessidade de dar o meu parecer sobre o assunto. “E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus Cristo.” (At. 05 v. 42).



Convido a todos os irmãos evangélicos a refletirem a respeito da união que precisamos ter. Tem um hino muito antigo que hoje nem se canta mais em nossas Igrejas que diz: "Não importa a Igreja que tu és, se atrás do calvário tu estás, se o seu coração é igual ao meu, dai-me as mãos e meu irmão será...” A Bíblia ensina:Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer.” (Iº Co. 01 v. 10). Sei que isso é difícil quando se diz respeito à Igreja Universal, por causa das constantes heresias pregadas lá, mas precisamos nos posicionar em relação ao Evangelho.



Sei que há algumas divergências doutrinárias entre nós, e eu como defensor da genuína fé cristã, combato com veemência, principalmente as prática da Igreja Universal, mas também não posso acreditar em tudo que leio e ouço falar.



Todos sabem que a Rede Globo vem atacando com todas as forças o público evangélico, sejam em suas reportagens, novelas, séries e outros meios. Tenta nos humilhar e rebaixar a comunidade evangélica brasileira. Não podemos nesta hora, simplesmente acreditar no que a Globo diz e unir-nos a ela para atacar a Igreja Universal. Precisamos apurar os fatos e ver o que realmente é verdade. Temos é que lutar contra a tirania da Globo. “Aos quais convém tapar a boca; homens que transtornam casas inteiras ensinando o que não convém, por torpe ganância.” (Tt. 01 v. 11).



Isso que a globo critica hoje, nada mais é o que a Igreja Católica Romana fez a vida toda, vendendo terrenos nos céus, vendendo perdão dos pecados. Mas isso a Globo não exibe, não faz um documentário no Globo Repórter sobre o assunto. Sem falar que em todas as novelas da Globo, particularmente não assisto nenhuma, não gosto de perder tempo, mas fico sabendo do que passa em comerciais e em reportagens na internet, prega sem censura a doutrina espírita e a idolatria.



Não estou aqui defendendo a Igreja Universal, porque sei que lá não é só flores, sei das heresias pregadas, do misticismo e ocultismo praticados, de como a Palavra de Deus é destorcida. A Igreja Universal precisa entrar pelo caminho da Palavra de Deus, porque o Apóstolo Paulo diz: "Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema = (MALDITO).” “Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema = (MALDITO).” (Gl. 01 v. 08 e 09). Mas também não concordo de simplesmente acreditar em tudo que a Globo diz e sair por aí falando mal da Igreja Universal.



Povo de Deus ! Vamos ser mais cautelosos e manter uma firme união, pois o próprio JESUS disse: “Acautelai-vos, que ninguém vos engane.” (Mt. 24 v. 04). Porque quando a mídia ataca uma Igreja evangélica, seja ela qual for, está atacando o povo de Deus em geral. Vamos defender a nossa fé. “Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos.” (Jd. v. 03). E lutar juntos para que o Brasil saiba quem somos e porque estamos aqui. “Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo.” (Iº Jo. 03 v. 08).



"PARA DESFAZER AS OBRAS DO DIABO !"



Que DEUS abençoe ricamente a todos em CRISTO JESUS...



AUTOR: Evangelista Geraldo de Almeida Filho (Geraldinho)


quinta-feira, 20 de agosto de 2009

"CETEO - CENTRO DE ESTUDOS TEOLÓGICOS"


FORMATURA DA TURMA: "PRESBÍTERO JOÃO HONORATO" em Viçosa-MG

"CURSO BÁSICO DE TEOLOGIA" DO CETEO - CENTRO DE ESTUDOS TEOLÓGICOS



"CONSELHOS AOS PAIS"


Palestra do Içami Tiba em Curitiba:


1. A educação não pode ser delegada à escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre.


2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo. Não se pode castigar alguém com internet, som, TV, etc.


3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser passar o dia todo em hospital de queimados.


4. Confrontar o que o filho conta com a verdade real. Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas.


5. Informação é diferente de conhecimento. O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa. Não são todos que conhecem. Conhecer camisinha e não usar significa que não se tem o conhecimento da prevenção que a camisinha proporciona.


6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais. Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e vice-versa. Se o pai disse que não ganhará doce, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinqüente. Em casa que tem comida, criança não morre de fome. Se ela quiser comer, saberá a hora. E é o adulto tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer.


7. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender.


8. Temos que produzir o máximo que podemos, pois na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio. Não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos tirar 7,0.


9. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer. E o prazer é inconseqüente, pois aquela informação, de que droga faz mal, não está gerando conhecimento.


10. A gravidez é um sucesso biológico, e um fracasso sob o ponto de vista sexual.


11. Maconha não produz efeito só quando é utilizada. Quem está são, mas é dependente, agride a mãe para poder sair de casa para fazer uso da droga. A mãe deve, então, virar as costas e não aceitar as agressões. Não pode ficar discutindo e tentando dissuadi-lo da idéia. Tem que dizer que não conversará com ele e pronto. Deve 'abandoná-lo'.


12. A mãe é incompetente para 'abandonar' o filho. Se soubesse fazê-lo, o filho a respeitaria. Como sabe que a mãe está sempre ali, não a respeita.


13. Homem não gosta quando a mulher vem perguntar: 'E aí, como foi o seu dia?'. O dia, para o homem, já foi, e ele só falará se tiver alguma coisa relevante. Não quer relembrar todos os fatos do dia...


14. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. Deve dizer que está nervoso e, por isso, não quer discussão até ficar calmo. A calmaria, deve o pai dizer, virá em 2, 3, 4 dias. Enquanto isso, o videogame, as saídas, a balada, ficarão suspensas, até ele se acalmar e aplicar o devido castigo.


15. Se o filho não aprendeu ganhando, tem que aprender perdendo.


16. Não pode prometer presente pelo sucesso que é sua obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido é obrigação. Passar no vestibular é obrigação. Se ganhou o carro após o vestibular, ele o perderá se desistir ou for mal na faculdade.


17. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem interferir na educação do neto, de maneira alguma. Jamais. Não é cabível palpite. Nunca.


18. Mães, muitas são loucas. Devem ser tratadas. (palavras dele).


19. Se a mãe engolir sapos do filho, a sociedade terá que engolir os dele.


20. Videogames são um perigo. Os pais têm que explicar como é a realidade. Na vida real, não existem 'vidas' (...) Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida.


21. Professor tem que ser líder. Inspirar liderança. Não pode apenas bater cartão.


22. Pai não pode explorar o filho por uma inabilidade que o próprio pai tenha. 'Filho, digite tudo isso aqui pra mim porque não sei ligar o computador'. O filho tem que ensiná-lo para aprender a ser líder. Se o filho ensina o líder (pai), então ele também será um líder. Pai tem que saber usar o Skype, pois no mundo em que a ligação é gratuita pelo Skype, é inconcebível o pai pagar para falar com o filho que mora longe.


23. O erro mais freqüente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. Não há hierarquia. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. O casal tem que deixá-lo, no máximo, no mesmo nível que eles. A sociedade pagará o preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo.


24. Filhos drogados são aqueles que sempre estiveram no topo da família.


25. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto. Se ele quiser opinar sobre qual deve ser a geladeira, terá que saber qual é o consumo (KWh) da que ele indicar. Se quiser dizer como deve ser a nova casa, tem que dizer quanto que isso (seus supostos luxos) incrementará o gasto final.


26. Dinheiro 'a rodo' para o filho é prejudicial. Tem que controlar e ensinar a gastar.



"Você não pode evitar que os problemas batam à sua porta, mas não há necessidade de oferecer-lhes uma cadeira." (Joseph Joubert)


AUTOR: Içami Tiba

terça-feira, 18 de agosto de 2009

"SEJA O SEU SIM, SIM, E O SEU NÃO, NÃO !"


Através da Bíblia temos a oportunidade de conhecer o caráter, os princípios e os valores de Deus. Uma das coisas que Ele mais valoriza é a sua Palavra.
Com o passar dos tempos, as pessoas tem deixado de dar importância às suas palavras. Cada vez mais, fazem uso de mentiras para conseguir promoções, status ou benefícios. Assim, acabam seguindo um curso totalmente contrário daquele desejado por Deus para nós.

Deus zela e valoriza sua palavra

Deus, em cada uma de suas atitudes, deseja nos ensinar algo. No livro de Gênesis podemos ler acerca da promessa que Ele fez a Abraão: “E far-te-ei uma grande nação, e abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma bênção” (Gn 12.2). “Pois, quando Deus fez a promessa a Abraão, visto que não tinha ninguém superior por quem jurar, jurou por si mesmo” (Hb 6.13).

Deus, após fazer a promessa a Abraão, mostrou o valor da sua palavra jurando por si mesmo. Na época do velho testamento, um juramento era uma invocação a Deus para que ele, o único que conhece os corações, testemunhasse a verdade, castigando o indivíduo que por acaso estivesse jurando falsamente. Deus empenhou a sua própria pessoa em sua promessa a Abraão. Deus mostrou a Abraão, e tem mostrado a nós também, que as palavras devem ser de honra e dignidade. Toda promessa deve ser cumprida, independentemente das circunstâncias.

Ainda que tudo mude à nossa volta, seja na área financeira, emocional ou espiritual, segundo o exemplo que Deus nos deu, devemos honrar cada uma das nossas palavras. Cumprir as nossas palavras não depende da fidelidade das outras pessoas, e sim da nossa, pois Deus, independente da nossa infidelidade, sempre permanecerá fiel para conosco. “...se somos infiéis, ele permanece fiel, pois de maneira nenhuma pode negar-se a Si mesmo” (2 Tm 2.13).

Imitando Deus

“Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados” (Ef 5.1). Ser imitador de Deus é muito mais do que dizer “sou crente” ou simplesmente ir ao culto de domingo. Ser imitador de Deus é ter exatamente as mesmas atitudes que Ele tem mediante as mais diversas circunstâncias. É valorizar aquilo que Deus valoriza: a palavra.

Homens e mulheres de uma só palavra

“Seja, porém, a tua palavra: Sim, sim; não, não. O que disto passar vem do maligno” (Mt.5.37). A Bíblia nos mostra de forma muito clara que devemos prestar atenção em cada promessa ou palavra que declaramos. Devemos ser homens e mulheres de apenas uma palavra, para que tenhamos crédito perante as pessoas e perante Deus.
Quão desagradável é não poder distinguir se uma pessoa com a qual nos relacionamos está falando a verdade, ou se está mentindo.

Se você disse, eu acredito!

“De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus” (Rm 10.17). Ao lermos esse versículo tão belo e poderoso, podemos tirar dele vários ensinamentos importantes para as nossas vidas. Quanto mais ouvimos a Palavra de Deus, mais o nosso coração se encherá de fé, pois temos a convicção de que tudo aquilo que Deus diz, Ele cumpre.

Entendemos, então, que o crédito que damos a uma palavra está diretamente ligado à pessoa que a declarou. Todo cristão verdadeiro precisa ter crédito em suas palavras. Este crédito, muitas vezes, demora a ser conquistado. Entretanto, ele pode ser perdido muito facilmente, basta uma “simples” mentira. “O justo odeia a palavra de mentira...” (Pv 13.5)

A mentira não deve fazer parte das nossas vidas, devemos possuir apenas uma palavra e honrá-la em qualquer circunstância. Assim como Deus, o justo odeia a mentira. O simples fato de uma palavra ter partido de nós, deve ser suficiente para que as pessoas acreditem nela. Caso isto não ocorra, precisamos rever nossas atitudes e buscar ganhar crédito para a nossa palavra.

“Pequenas mentiras”

Muitos pais, para não serem importunados por seus filhos pequenos, costumam resolver algumas questões aplicando-lhes “pequenas mentiras”. À luz da palavra que acabamos de expor, mesmo essas questões, e principalmente essas, devem ser resolvidas falando-se a pura verdade.

Em primeiro lugar, toda mentira é procedente do Diabo. Ao mentir para o seu filho pequeno você estará agindo como um filho do Diabo. Em segundo, mais cedo ou mais tarde ele descobrirá que foi enganado e perderá a confiança em você. Em terceiro lugar, ele seguirá o seu exemplo mentindo para outras pessoas, porque julgará que essa é uma atitude normal. Por último, ele se tornará uma pessoa insegura em relação aos outros, desconfiando sempre de suas palavras. Portanto, vamos fazer direitinho a nossa lição de casa. Seja correto, e Deus certamente vai abençoar o seu lar.

Honre sua palavra!

Deus valoriza a sua Palavra e por isto sempre cumpre suas promessas. Como bons filhos de Deus, devemos honrar nossa palavra, assim como Deus o faz. O justo não tem prazer na mentira e sendo assim, possui apenas uma palavra e sempre a cumpre, custe o que custar.


AUTOR: Leandro da Silva Machado

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

"A IGREJA PRECISA DE UMA MISSÃO !"


Bill Hybells, pastor em Chicago, conta que certa vez foi participar de uma corrida de barcos. Ele era o dono do barco e tinha uma equipe de amadores que o ajudava. O regulamento permitia que um corredor profissional estivesse presente em cada barco para ajudar a equipe.

Ele convidou um dos veteranos corredores americanos. No dia da corrida, toda a equipe estava pronta e aquele corredor chegou. Depois de apresentar a equipe, Bill entregou o comando a ele. Aquele corredor disse que não poderiam sair dali sem antes definir algumas coisas. Em primeiro lugar ele perguntou:

- Qual é a nossa missão?

Todos ficaram se olhando e então alguém respondeu:

- Pretendemos ganhar a corrida.

Então ele disse:

- Ótimo, temos um bom ponto de partida, sabemos onde queremos chegar.

Depois disto ele ainda fez uma porção de perguntas, mas o objetivo inicial já tinha sido definido. A base de um planejamento também é esta. Se não houver a definição da missão da igreja, outras definições que venham a ser tomadas estarão soltas no ar, como pedras de meteorito no espaço. Estas pedras podem se colidir e provocar grandes estragos.

Muitas colisões que existem na igreja ocorrem porque os ministérios estão soltos. Talvez alguns deles até tenham uma direção, mas não estão olhando para o mesmo foco, e não tem uma visão geral.

A elaboração de uma declaração de missão

Muitos líderes argumentam que a igreja não precisa definir uma missão, pois ela já foi definida por Jesus. Isto é correto. Não dá para inventar uma nova missão para a igreja, diferente da que Jesus deixou.

No entanto, uma comparação simples torna possível entender uma coisa. Quando se pergunta qual é a missão de uma empresa de informática, a resposta é: fornecer tecnologia. Esta era a resposta que a IBM tinha anos atrás, antes que Bill Gates fundasse a Microsoft. Todas as empresas de informática eram iguais e pareciam ter a mesma missão. Depois que a Microsoft foi fundada, ela definiu como missão “ter um computador em cada casa do mundo”. Só que ela nunca fabricou um computador. O objetivo era: onde existir um computador a Microsoft teria um software instalado. Isto fez com que uma empresa criada na garagem com alguns jovens malucos se tornasse a maior do mundo. E a IBM? Ela quase desapareceu, e teve que se reinvetar para sobreviver.

Quando dizemos que todas as igrejas tem a mesma missão, isto é fato. Entretanto, muitas igrejas estão preocupadas em manter aquilo que sempre fizeram. Elas não contextualizam e nem criam um jeito diferente de fazer aquilo para o qual existem.

Talvez a sua igreja sempre esteve preocupada em manter aquilo que sempre fez. No entanto, é preciso fazer melhor aquilo que já se faz. Peter Ducker diz que “os fatores essenciais ao sucesso de uma missão são: Faça melhor aquilo que você já faz bem, se essa for a coisa certa a ser feita; olhe para fora em busca de oportunidades e necessidades. Um novo padrão é estabelecido quando se faz bem uma coisa. Isto é compromisso com a missão.”

A missão de uma igreja caracteriza o âmago do ministério a ser desenvolvido. Para John Stott, muitos consideram iguais os termos missão e evangelização, missionários e evangelistas e missões e programas de evangelização. Isto seria limitar demais a missão da igreja.

Isto nos leva a pensar em algumas coisas que Jesus afirmou, e que se relacionam com a missão da igreja. Jesus veio para servir e enviou sua igreja para servir ao mundo:

“...tal como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos”. Mateus 20.28

“Assim com tu me enviaste ao mundo, também eu vos envio ao mundo”. João 17.18

“Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também”. João 13.15

Russell Shedd afirma que: “A vontade de Deus para Jesus Cristo é também a vontade de Deus para a igreja”. Considerar a missão da igreja apenas evangelizar é superficilizar sua missão. Uma missão superficial gera um ensino superficial e realimenta um ciclo vicioso.

Para refletir

Uma igreja precisa tomar aquilo que Jesus nos deixou como missão, pensar na profundidade e extensão disto e contextualizar isto para esta geração. A falta de reflexão na contextualização da missão leva à superficialidade. A superficialidade da missão leva à superficialidade dos planos.

Todos os hospitais tem a mesma missão, mas em alguns deles nós não queremos nem entrar. Todos os hotéis tem a mesma missão, mas em alguns deles nós não queremos passar nem na porta. Assim é também com a igreja. Todas elas tem a mesma missão, mas algumas decidiram refletir e contextualizar sua missão. Elas entenderam o que Jesus disse há dois mil anos, mas buscaram a ajuda do Espírito Santo para conseguir causar um impacto no século 21.


AUTOR: Josué Campanhã