quarta-feira, 27 de maio de 2015

"A SERENIDADE DE JESUS!"




Marcos 4: 35-41

Mais um dia na vida de Jesus que mostra sua atenção com a multidão, com os discípulos e consigo mesmo. Ele tinha urgência em ensinar, manifestar seu poder, preparar os discípulos para cuidarem das ovelhas que não têm pastor, sua compaixão; e para salvar o pecador, seu sofrimento. Mas no lago ele planejou outra lição: manter a serenidade em diferentes situações. O que Jesus ensinou aos discípulos naquele momento e nos ensina até hoje? 

A serenidade na decisão - Neste dia Jesus dedica-se a ensinar a multidão sobre o reino de Deus, fala por parábolas a ela e explica em particular aos discípulos (Marcos 4.34). Ao entardecer toma algumas decisões: chama os discípulos para irem ao outro lado do lago (v 35); dorme na parte detrás do barco (v 38), reclinando sua cabeça sobre uma almofada (v 38). Como Jesus pôde parar o ensino para ir descansar? Todos nós precisamos tomar decisões e, principalmente, ter o momento de descansar. Por mais urgente que fosse a tarefa de Jesus, ele parou e dormiu comodamente. O descanso no Senhor é o primeiro passo para manter a serenidade nos momentos de decisão (Salmo 37.5).

A serenidade na tempestade - De repente o vento sopra e as ondas cobrem o barco que vai enchendo de água. Jesus é acordado pelos discípulos ouvindo: "- Mestre! Nós vamos morrer!" (v 38 - NTLH). Quantas vezes somos surpreendidos com a chegada das tempestades da vida, estamos em meio ao perigo e o medo pode nos agitar e, da mesma maneira que os discípulos, nos fazer olhar para as circunstâncias. Os discípulos não se deram conta que Jesus deu a ordem; estava com eles no barco e na tempestade permaneceu tranquilo. A tempestade vem com certeza. Nosso passo mantém-se sereno porque nossos pés estão firmados na rocha (Mateus 7.24-25).

A serenidade ao falar - "O Senhor não se importa com isso?" (v  38 - NTLH). Esta foi a pergunta dos discípulos a Jesus que se levanta e fala duramente com o vento e o lago; exige da natureza quietude. Depois de tudo se acalmar fala aos discípulos e com uma pergunta os faz refletir sobre a fé (v 40). Quando falamos com serenidade as verdades são ouvidas com clareza e profundidade. Jesus estimulou os discípulos a crescerem na fé, afinal em um breve espaço de tempo não estaria mais presente fisicamente. A serenidade da fala desafiadora de nossa fé, estimula o passo contínuo e crescente para atingirmos a estatura espiritual de Cristo (Efésios  4.13). 

"- Que homem é este?" (v 41 - NTLH). Havia um questionamento entre os discípulos e possivelmente entre nós. Ele é Jesus Cristo, o Filho de Deus, que tem todo o poder nos céus, na terra e debaixo da terra (Filipenses 2.10). Aquele que opera maravilhas e milagres, e o maior deles é nos transformar. Mais de Cristo significa aprender dele a manter a serenidade nas diferentes situações.

AUTOR: Maria Helena Santos Faleiros
Postar um comentário