sexta-feira, 26 de junho de 2009

"VASO QUEBRADO"

TEMA: SALMO 31 v. 12

O Salmo 31 é de autoria de Davi e pode ser rotulado como o Salmo da Libertação. A dedicatória ao mestre da música prova que este canto de compassos mistos e sons alternados de tristeza, angústia e alegria foi feito para ser um cântico público. Davi escreve este salmo por causa da rebelião de Absalão. O salmo oscila com demonstrações de confiança e lamentações.

1. (PROBLEMAS) PROVAÇÃO: (Sl. 31 v. 04 e 06) = “Tira-me da rede que para mim esconderam.” / “Odeio aqueles que se entregam a vaidades enganosas.”

2. AFLIÇÃO E ANGÚSTIA: (Sl. 31 v. 07) = “pois consideraste a minha aflição; conheceste a minha alma nas angústias.”

3. CALÚNIA E CONSPIRAÇÃO: (Sl. 31 v. 13) = “Pois ouvi a murmuração de muitos, temor havia ao redor; enquanto juntamente consultavam contra mim, intentaram tirar-me a vida.”

4. VASO QUEBRADO: (Sl. 31 v. 12) = “Estou esquecido no coração deles, como um morto; sou como um vaso quebrado.” / Um vaso quebrado nós sabemos o que é, vários cacos espalhados pelo chão e um conserto pela frente ou uma vassoura para varrê-lo.

5. (REAÇÃO) CONFIANÇA: (Sl. 31 v. 01) = “Em ti, SENHOR, confio; nunca me deixes confundido. Livra-me pela tua justiça.” / Podemos nos lamentar e nos esconder de tudo e de todos ou aceitar as consolações do Espírito. / (Sl. 31 v. 14) = “Mas eu confiei em ti, SENHOR; e disse: Tu és o meu Deus.”

6. REFÚGIO: (Sl. 31 v. 02 e 03) = “Inclina para mim os teus ouvidos, livra-me depressa; sê a minha firme rocha, uma casa fortíssima que me salve.” / “Porque tu és a minha rocha e a minha fortaleza; assim, por amor do teu nome, guia-me e encaminha-me.”

7. CLAMAR e CHORAR: (Sl. 31 v. 09 e 22) = “Tem misericórdia de mim, ó SENHOR, porque estou angustiado. Consumidos estão de tristeza os meus olhos, a minha alma e o meu ventre.” / “Pois eu dizia na minha pressa: Estou cortado de diante dos teus olhos; não obstante, tu ouviste a voz das minhas súplicas, quando eu a ti clamei.”

8. LOUVAR: (Sl. 31 v. 19 e 21) = “Oh! quão grande é a tua bondade, que guardaste para os que te temem, a qual operaste para aqueles que em ti confiam na presença dos filhos dos homens!” / “Bendito seja o SENHOR, pois fez maravilhosa a sua misericórdia para comigo em cidade segura.”

9. PREGAR: (Sl. 31 v. 23 e 24) = “Amai ao SENHOR, vós todos que sois seus santos; porque o SENHOR guarda os fiéis e retribui com abundância ao que usa de soberba.” / “Esforçai-vos, e ele fortalecerá o vosso coração, vós todos que esperais no SENHOR.”

Quando nos encontramos no meio de uma provação desagradável, qual é nossa reação? Voltamo-nos, quase impulsivamente, para algum recurso mundano? Enganamo-nos pensando que temos dentro de nós a capacidade para enfrentar e sermos corajosos (humanismo)? Ou buscamos a Deus ?


AUTOR: Presbítero Geraldo de Almeida Filho (Geraldinho)

Postar um comentário